EXPOSIÇÃO “MARROCOS”

O Museu de Arte Brasileira da FAAP realiza, a partir de 31 de março, pela primeira vez no Brasil, a exposição “Marrocos”.

A mostra, que reúne cerca de 500 obras, tem como objetivo apresentar ao público o país em suas tradições e em sua modernidade artística.

O Marrocos – Al Maghreb el Aksa (Extremo Poente) – país do Magreb situado no extremo noroeste do continente africano, se encontra próximo da Europa, o que resultou em séculos de trocas e dominações recíprocas.

Uma das características marcantes do Reinado do Marrocos, terra de convergência e de mistura de culturas diversas, é de ter conseguido manter sua identidade ao longo da história. Se a bagagem que os estrangeiros trouxeram ou as relações como a que teve com sua vizinha Espanha puderam lhe influenciar ao curso dos séculos, o país soube assimilar as novas culturas, mas sem perder sua identidade. Este país conservou sua alma. É esta alma, através de múltiplas obras de arte e peças artesanais, que a FAAP quer que o espectador descubra, assim como já descobriram os viajantes que pisaram em seu solo.

Este país é o único exemplo no Magreb da existência de uma extraordinária mestiçagem, onde as tradições e as técnicas artesanais de alto nível são vivas, o que tornam tênues as fronteiras entre a arte e o artesanato.

A maioria dos viajantes que passou pelo Marrocos ficou encantada e se deixou seduzir pela hospitalidade oferecida por seus habitantes. Neste país, a arte de viver e de acolher o visitante é uma constante.

Assim que os artistas europeus atravessaram o Mediterrâneo, se deslumbraram com o jogo de cores, de negros profundos, de verdes ternos, de rosa pastel e dos contrastes, que compõem as paisagens, arquiteturas e objetos deste país.

A exposição “Marrocos” será uma oportunidade para o público conhecer um país de passado rico e de presente brilhante. A mostra será dividida em 4 segmentos:

1. As origens

A Pré-História do Marrocos é representada por peças como vasos decorados do Período Neolítico e incisões rupestres da Idade do Bronze. A Antiguidade e os séculos até o início do período mulçumano (séc. VIII) são ilustrados por objetos de uso diário.

2. As Artes Tradicionais

Esta parte da exposição apresenta aspectos das práticas espirituais e intelectuais e da vida cotidiana da cidade e do campo. Os objetos exibidos como jóias, bordados, tecelagens, trajes, cerâmicas, armas e arreios, destacam-se por sua beleza, técnicas e pela habilidade dos artesãos que os criaram.

Neste módulo, há um espaço cenográfico com a interpretação do interior de uma casa marroquina: o pátio e a sala com seus baús, estantes em madeira entalhada, uma sala com tapetes (Rabat, Mediuna), janelas entalhadas, tinturas, enfeites de espelho (Tetuan), almofadas (Salé), entre outros.

3. O olhar dos artistas orientalistas e pintores viajantes (da segunda metade do século XIX à metade do século XX)

Há muito tempo, o Marrocos é um destino privilegiado para os viajantes. O fascínio que o país exerceu sobre estes pintores ficou registrado em suas obras.

Esta seção mostra um Marrocos visto pelo olhar estrangeiro de desenhistas, pintores, escritores e fotógrafos, aqui representado por gravuras de grandes artistas como Delacroix e pinturas de orientalistas como Majorelle, Fromentin, Dinet, entre outros.

4. A Arte Contemporânea

A arte contemporânea não nega as tradições artísticas marroquinas, mas a perpetua e a atualiza por uma nova interpretação dos sinais imutáveis de sua identidade. O artista marroquino, se mantendo fiel ao seu universo, se associa às correntes internacionais, tanto pela utilização dos suportes e da escolha das técnicas, como pela modernidade de sua visão.

O conjunto de pinturas e de fotografias expostas dá um panorama completo da produção contemporânea, tanto figurativa como abstrata.

O Ministério da Cultura do Marrocos traz para a FAAP obras dos mais importantes museus do seu país:

Museu de Arte e Tradições: Dâr El Batha, (Fès)
(Peças de arquitetura, cerâmica, instrumentos musicais, armas, arreios…)

Museu Nacional das Jóias: Oudayas, (Rabat)
(Jóias rurais e citadinas, trajes, tecelagens…)

Museu Dar Si Saïd, (Marrakech)
(Madeiras entalhadas e pintadas, tapetes…)

Museu Arqueológico, (Rabat}
(Peças pré-históricas e da antiguidade)

Museu Kasbah, (Tanger)

Museu Dar Jamaï, (Meknès)
(Cerâmica, trajes, tecelagens, bordados…)

Biblioteca Real Al Hassania, (Rabat)
(Caligrafias, livros…)

Fundação ONA Arte Contemporânea, (Casablanca)
(Pinturas de arte contemporânea)

Colecionadores Particulares
(Jóias preciosas, cerâmicas, pinturas orientalistas e contemporâneas…)

Exposição

Diretora do Museu de Arte Brasileira – MAB-FAAP
Maria Izabel Branco Ribeiro

Diretor do Patrimônio Cultural do Ministério da Cultura do Reino do Marrocos
Abdellah Salih

Exposição Marrocos:

Data: 31 de março a 22 de junho de 2008
Local: Museu de Arte Brasileira da FAAP
Endereço: Rua Alagoas, 903 – Higienópolis
Horário: 3a a 6a feira, das 10h00 às 20h00
Sábados, domingos e feriados, das 10h00 às 17h00
Informações: (11) 3662-7198
Visitas Educativas: Agendamento (11) 3662-7200
Entrada Gratuita
Fonte:http://www.faap.br/

1 Response to “EXPOSIÇÃO “MARROCOS””


  1. 1 Bárbara Suemy março 16, 2008 às 2:42 am

    Nossa… Vou com certeza!! =D


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s




mais acessados

  • Nenhum

VISITAS

  • 93.500 leitores

%d blogueiros gostam disto: